100 anos de lavratura do primeiro protesto

No dia 28 de Fevereiro de 1.917 foi lavrado no 1º Tabelionato de Protestos de Títulos de Porto Alegre o primeiro protesto.

Recentemente, no dia 28 de Fevereiro de 2.017, foi comemorado o centenário da lavratura do ato. Trata-se de uma Nota Promissória apresentada por Affonso do Nascimento, “thesourero” do Banco de Commercio de Porto Alegre, cujo protesto foi lavrado por falta de pagamento. A Nota Promissória tinha o valor de Rs 100$000 (moeda da época), cujo vencimento ocorreu em 19 de Fevereiro de 1.917.

Primeiro Protesto
Primeiro protesto (1917)

O título foi emitido por José Barros, cujo avalista era Herminio Vitalinio Gueites, contra o qual também foi lavrado o protesto da Nota Promissória e tinha como favorecido Affonso do Nascimento.O senhor Othelo Rosa era Oficial do Registro Especial e procedeu ao ato que agora completou cem anos.

Atualmente, o 1º Tabelionato de Protesto de Títulos de Porto Alegre tem como titular o Dr. Evandro Nogueira de Azevedo, que exerce o cargo desde o ano de 2.003.

O Dr. Evandro Azevedo começou a trabalhar na função Notarial, como substituto de seu pai Astrogildo Palmeiro de Azevedo em 1960, o qual era Oficial dos Registros Especiais na Cidade de Passo Fundo – RS. Em 1.972, Dr. Evandro Azevedo foi aprovado em Concurso Público e em 25 de outubro de 1973, assumiu o cargo de Tabelião de Protesto de Títulos e Registrador de Títulos e Documentos e das Pessoas Jurídicas em Passo Fundo.

Posteriormente foi promovido, através de Concurso Público de Remoção para a Comarca de Porto Alegre onde, atualmente, exerce o cargo de 1º. Tabelião de Protesto de Títulos da cidade de Porto Alegre/RS, Tabelionato onde houve a comemoração do Centenário do 1º. Ato Notarial.